Exatos 120 anos atrás.

Exatos 120 anos atrás.

Nascia EZEQUIEL DE MELO CAMPOS, meu pai querido.

Em 1923, foi um dos 30 únicos advogados formados naquele ano em Minas Gerais, pela Faculdade Mineira de Direito, depois Federal.

Contemporâneo de MILTON CAMPOS, PEDRO ALEIXO, GUSTAVO CAPANEMA, JOSÉ MARIA ALKIMIN, GABRIEL PASSOS, OROZIMBO NONATO… Aluno de MENDES PIMENTEL, ESTEVÃO PINTO…
OAB/MG nº 06.

69 anos de ininterrupta militância na advocacia, até a sua morte, em outubro de 1991, aos 92 anos de idade.

Ia ao Fórum e/ou ao Tribunal diariamente, sozinho, com a sua inseparável e pesada pasta preta, acompanhando, cuidadosamente, o andamento dos processos de interesse dos clientes. Outros tempos, árduos, trabalhosos, sem tecnologia.

Não tivesse caído de uma mesinha e fraturado a perna, em busca de um livro jurídico na prateleira mais alta do seu escritório caseiro, onde trabalhava toda noite, EZEQUIEL teria vivido bem mais.

Mesmo nome, tive o privilégio de seguir os passos dele.

Turma de 1967 da UFMG, já lá se vão mais de 50 anos! Orador da turma (muitas lembranças da disputa animada), Prêmio Rio Branco, esforcei-me para honrar o nome dele.

Orgulho-me muitíssimo do meu filho primogênito, também EZEQUIEL,formado pela mesma Faculdade. Hoje à frente do Escritório MELO CAMPOS, que logrou desenvolver de forma notável, graças ao seu dinamismo e dedicação exemplares e a uma eficiente equipe de mais de 25 advogados, estagiários e demais funcionários.

Semana passada, emocionei-me muito com a matrícula da LAURA, 17 anos, minha neta queridíssima, filha do EZEQUIEL NETTO, na Faculdade de Direito da PUC. Opção dela, meditada, firme e decidida. Alegria, alegria!
Valeu a pena, meu PAI.
Viva DEUS!

Ezequiel de Melo Campos Filho

Para mais informações necessárias à gestão jurídica da sua empresa, assine nossa newsletter!


Posts recentes